79 9 88003487

NO AR

Rádio Web Novo Horizonte

radiowebnovohorizonte.com.br

Brasil

Arcebispo proíbe “bênçãos” para pessoas do mesmo sexo e repreende Papa

Arcebispo católico de Cazaquistão rejeita bênçãos a casais do mesmo sexo e acusa igreja católica de ‘Ideologia de Gênero’.

Publicada em 22/12/23 às 20:33h - 240 visualizações

por gospel prime


Compartilhe
 

Link da Notícia:

 (Foto: REPRODUÇÃO)

O arcebispo católico no Cazaquistão, Tomash Peta, emitiu um repúdio à orientação do escritório doutrinário do Vaticano sobre bênçãos a casais do mesmo sexo. Ele acusou a Igreja Católica de propagar “ideologia de gênero”. Sendo assim, o arcebispo metropolitano da Arquidiocese de Santa Maria em Astana desde 2003, proibiu qualquer forma de bênção para casais do mesmo sexo.

Nesse sentido, Peta também repreendeu publicamente o Papa Francisco, pedindo-lhe que revogasse a orientação assinada nesta semana. O Dicastério para a Doutrina da Fé do Vaticano emitiu uma declaração intitulada “Fiducia Supplicans”. A declaração proporcionava “uma ampliação e enriquecimento da compreensão clássica das bênçãos, que está intimamente ligada a uma perspectiva litúrgica”.

egundo The Christian Post, a declaração permite “bênção pastoral espontânea” para “casais do mesmo sexo” e outros casais em “situações irregulares”. Isso ocorre apesar do esclarecimento de que a bênção não é semelhante ao casamento e que tais relacionamentos ainda são pecaminosos.

“No contexto da compreensão clássica das bênçãos, que está intimamente ligada a uma perspectiva litúrgica, é precisamente neste contexto que se pode entender a possibilidade de abençoar casais em situações irregulares e casais do mesmo sexo sem validar oficialmente seu status ou mudar de qualquer maneira o ensinamento perene da Igreja sobre o casamento”, diz a orientação.

Crentes devem ter dicernimento

Além disso, ela também destinou-se a prestar homenagem ao fiel Povo de Deus, “que adora o Senhor com tantos gestos de profunda confiança em sua misericórdia”. A declaração alertou que não se deve providenciar nem promover um ritual para a bênção de casais em situação irregular.

Desse modo, em sua declaração, também assinada pelo Bispo Auxiliar Athanasius Schneider, Peta disse que o fato de o documento não dar permissão para o ‘casamento’ de casais do mesmo sexo não deve cegar pastores e fiéis para a grande decepção e o mal que reside na permissão de abençoar casais em situações irregulares e casais do mesmo sexo.

“Tal bênção contradiz diretamente e gravemente a Revelação Divina e a doutrina e prática ininterruptas, bimilenares da Igreja Católica. Abençoar casais em situação irregular e casais do mesmo sexo é um sério abuso do Santíssimo Nome de Deus, já que este nome é invocado sobre uma união objetivamente pecaminosa de adultério ou atividade homossexual”, continuaram.

Por fim, Peta e Schneider acusaram o Vaticano de causar “consequências destrutivas” ao legitimar essas bênçãos, que argumentaram reduzir efetivamente a denominação a “um propagandista da ideologia de gênero globalista e ímpia”. Os dois concluíram referenciando Gálatas 2, onde Paulo relata ter se oposto a Pedro por se comportar de maneira inconsistente com o Evangelho.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


 
Enquete
VC JA BAIXOU NOSSO NOVO APLICATIVO?

 NAO
 SIM
 VOU AGORA







.

LIGUE E PARTICIPE

(79) 98800-3487

Visitas: 151264
Usuários Online: 10
Copyright (c) 2024 - Rádio Web Novo Horizonte - Radio web novo horizonte gospel. Levando o Evangelho até você
Converse conosco pelo Whatsapp!